AltoQi

Aprimoramentos no exportador IFC: Parte 1 – Pilares

Escrito em 15 de dez de 2017 por: , na categoria: Melhorias em recursos, Release 1

Foram realizados aprimoramentos na forma como os pilares circulares e os pilares de fundação são exportados em formato IFC, com o intuito de que as informações destes elementos sejam utilizadas de forma mais ampla na integração com as demais disciplinas do projeto.

A partir das modificações realizadas a altura dos pilares de fundação, que antes era considerada até o fundo das sapatas, passou a ser obtida a partir do topo destas. Outra melhoria que também foi implementada refere-se ao tipo de representação deste elemento. Nas versões anteriores os pilares de fundação eram exportados com a representação Brep (composição de faces), que corresponde a uma das opções de exportação permitida pela BuildingSMART. Na nova versão, estes pilares passaram a ser exportados com a representação Extrusion. Optamos por esta alteração em decorrência de estudos realizados a respeito da compatibilidade com os demais softwares BIM existentes no mercado, a partir dos quais verificamos que ocorre um melhor reconhecimento das propriedades do elemento, facilitando a integração com as demais disciplinas do projeto.

Figura 1 – Detalhamento da sapata com vista do pilar de fundação no corte

 

Figura 2 – Elevação e posição do pilar indicado corretamente

No caso dos pilares circulares, estes passaram a ser exportados de modo que as plataformas BIM identifiquem a seção circular como sendo cheia ou vazada, permitindo que a área da seção transversal do elemento seja obtida corretamente.

Figura 3 – Pilar circular vazado exportado em IFC no Solibri Model Viewer

Desde já adiantamos que além das melhorias apresentadas neste post, serão aprimorados nas próximas revisões do programa alguns dados de vigas e lajes, que serão melhor apresentados em publicações futuras neste blog.

Destacamos ainda que estamos trabalhando também na importação do arquivo IFC para o Eberick. A partir deste recurso, será possível inserir no programa a arquitetura de referência do projeto, para que possa ser utilizada como referência para o lançamento da estrutura.

Se você gostou do conteúdo acima leia também

Comentários

5 respostas para “Aprimoramentos no exportador IFC: Parte 1 – Pilares”

  1. ROGER SCAPINI MARQUES disse:

    Perdão, meus caros amigos e colegas, mas vou ser um pouco amargo aqui. Não me levem a mal, sou fã e entusiasta da AltoQi, seus produtos e sua equipe.

    Já faz ANOS que estou insistindo nesse ponto. A representação de objetos sólidos (ou extrudados) é muito mais eficiente em todos os sentidos. O Eberick está há anos utilizando a representação BREP, que consome muito mais memória para renderizar, enquanto os concorrentes já tinham a representação com extrusão extremamente rápida e dinâmica no visualizador.

    Então, parabéns por concluírem o que para mim já era óbvio. Agora, por favor, vamos melhor o visualizador do Eberick e do QiBuilder 2018? Apesar de graficamente ter melhorado bastante, o sistema de visualização é muito ruim de navegar, o foco de visão estã sempre no lugar errado! Lembrando que no Eberick precisa consertar as vistas ortogonais, que não saem ortogonais.

  2. AGLIBERTO DE ARAUJO COSTA disse:

    Cada vez mais, estamos observando as melhorias que o software nos proporciona, fazendo com que possamos trabalhar com segurança e qualidade nos nossos projetos estruturais. Parabéns ao corpo técnico da AltoQI, por nos permitir lançar e analisar nossos sistemas estruturais com facilidade e simplicidade de utilizações, mantendo o padrão de qualidade qua já conhecemos.
    Feliz Natal e um Bom Ano Novo para todos.

  3. VIANEY CAIO MARTINS DE ALMEIDA disse:

    Parabens pelas melhorias, mas quando a equipe de desenvolvimento vai tornar possível o detalhamento das vigas em “L” e “I”, bem como sua aparência no Pórtico 3D?
    Abraços a todos e um feliz Natal e Ano Novo.

  4. Engº Ronaldo Parisenti disse:

    Bom dia Vianey,
    No curto prazo não estão na lista de desenvolvimento as melhorias em vigas com seção “L” e “I” (hoje no Eberick, este tipo de elemento visa principalmente permitir a consideração da mesa colaborante na laje). De todo modo, a solicitação foi entendida.
    Feliz Natal e Ano Novo.

Deixe uma resposta