AltoQi

Otimizações no detalhamento de lajes e escadas

Escrito em 26 de fev de 2018 por: , na categoria: Melhorias em recursos, Release 2

Com o intuito de otimizar os detalhamentos de lajes e escadas, foram implementados alguns critérios que permitirão ao programa gerar estes detalhes de forma automatizada mais próximo dos padrões típicos ou mais usuais de projeto.

.

Novos critérios que permitem desconsiderar pequenos trechos de armadura em regiões superiores

É comum em projetos haver concentrações de esforços em lajes (perto de regiões como apoio de pilares e cantos de lajes), que resultam no detalhamento de regiões adicionais de armaduras negativas. Em alguns casos essas regiões são criadas para momentos de dimensionamento (Md) muito pequenos, e que alguns calculistas consideram que podem ser desconsiderados (afeta apenas as armaduras de regiões adicionais superiores). Por esta razão, foi criada a configuração* “Desprezar armadura com taxa menor que” (no menu “Configurações – Dimensionamento – Lajes”), que permitirá detalhar a laje sem as regiões adicionais de armadura caso a taxa for menor que a configurada e, desde que atendidas verificações mínimas conforme descrito a seguir:

Figura 1 – Configuração para desprezar trechos de armadura

De um modo geral, mesmo estando habilitada a configuração, sempre serão garantidas as armaduras mínimas (0,15%) e apenas não serão detalhadas as armaduras adicionais negativas em trechos em que for atendida a seguinte condição:

Md < Mr

  • Onde:
    • Md = Máximo momento fletor de cálculo negativo (Wood&Armer)
    • Mr = Momento de fissuração da laje (considerando a resistência a tração – item 8.2.5 na NBR 6118:2014).

Além disso, é feita uma verificação pontual de cisalhamento, de modo que somente será aplicada a configuração em situações onde esteja atendida a verificação combinada de torção e cisalhamento ((Vsd/VRd2 + Tsd/TRd2) <=1).

Como resultado desta implementação, poderão ser eliminadas regiões de armaduras com esforços “considerados pequenos” (conforme configurações do usuário e critérios acima) para as lajes, se comparadas às versões anteriores, conforme exemplo da armadura N59 (2 N59 Ø5.0 c/20) da figura abaixo:

Figura 2 – Detalhamento da laje antes e depois da implementação

*OBS: A configuração “Desprezar armadura com taxa menor que” estava disponível, nas versões anteriores, no diálogo de detalhamento de escadas. Com a implementação, este item foi movido para a janela de dimensionamento de lajes com o intuito de expandir a aplicação da configuração. Para o próximo release está prevista a aplicação deste recurso também para lajes planas.

.

Otimizações gerais no detalhamento de lajes

Outra otimização importante que foi implementada nesta versão corresponde ao algoritmo que evita sobreposição de textos no detalhamento de lajes, que tende a tornar o detalhamento mais limpo, reduzindo a necessidade de edições.

Resumidamente, foram realizados os seguintes tratamentos:

  • Exclusão das indicações de furos em vigas do detalhamento das lajes (já existe na planta de forma);
  • Sobreposição de textos que poderia ocorrer no detalhe dos estribos;
  • Remoção da informação duplicada do comprimento das barras retas em regiões próximas à aberturas ou bordos livres;
  • Ajustes nas cotas dos ganchos, nas situações em que eram desenhadas sobrepostas;
  • Ajustes na disposição das armaduras nos bordos livres (as barras e suas descrições deverão acompanhar as direções X e Y – antes dependia do ângulo de lançamento da laje e, embora gerasse detalhamento correto, tornava o desenho menos agradável visualmente).

.

Otimização do detalhamento de escadas

Por fim, continuando com as otimizações dos detalhamentos foram implementados ajustes na posição dos detalhamentos de escadas com o intuito de otimizar a área útil dos desenhos.

Dentre as otimizações realizadas, citamos o alinhamento da posição dos detalhes dos cortes, a redução do espaçamento das armaduras transversais em relação ao título do corte e forma e a indicação da escala dos detalhes, que antes adotava a fonte definida em “Configurações – Fontes – Fonte padrão – Indicação das escalas – Nomenclatura da escala” e agora passará a adotar a indicação definida em “Configurações – Fontes – Detalhamento – Nomenclatura da escala”.

Segue um exemplo de detalhamento gerado nas versões anteriores e na atual, em que foram realizadas as alterações mencionadas acima:

Figura 3 – Detalhamento da escada nas versões anteriores

Figura 4 – Detalhamento da escada na versão atual

Se você gostou do conteúdo acima leia também

Comentários

4 respostas para “Otimizações no detalhamento de lajes e escadas”

  1. MARCUS VINICIUS FERREIRA VERGA disse:

    Muito bom este segundo release, realmente está ficando cada vez melhor os detalhamentos das estruturas.

    Saberia nos dizer qual release esta previsto a implementação de análise e dimensionamento de fundações indiretas de divisas?

    Atenciosamente.

  2. GIUSEPPE HENRIQUES GOUVEIA DANTAS disse:

    Volto a solicitar a possibilidade de detalharmos armaduras de protensão no eberick. Para isso, basta permitir que sejam cadastradas armaduras desse tipo na lista disponível de barras da opção MATERIAIS E DURABILIDADE ou no editor de armaduras BARRAS. Tenho utilizado o artifício de inserir vigas de concreto protendido como vigas genéricas em meus projetos. O sistema estrutural do eberick permite a construção do pórtico espacial, transfere os esforços para os pilares, mas não calcula e detalha a viga. Realizo os cálculos separadamente e gostaria de poder detalhar a viga no eberick usando o editor de armaduras.

  3. IVAN BUENO disse:

    Seria também interessante se implementassem, para as escadas “plissadas”, o detalhamento exclusivamente em “estribos”, apenas alertando para eventuais necessidades de verificações complementares não atendidas.

Deixe uma resposta